Crocitares Eletrônicos #41 – Aqui Jaz

4 Postado por - 30/04/2013 - Audio, Crocitares Eletrônicos, obailetodo, Podcasts
[jazz bass, de Lee (shothead). Compartilhada sob a licença Creative Commons.]

 

O jazz não está morto. Só cheira esquisito.

Frank Zappa

download

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

1. Indigo Swing – Hot In Harlem
2. Yoshihiro Ike – Rose Room
3. DJ Schmolli – In The Mood For Some Killing [Glenn Miller & His Orchestra vs. Rage Against The Machine] 4. Crescent City Maulers – Lost For Words
5. Paolo Conte – Via Con Me
6. Serge Gainsbourg – Requiem pour Un Twister
7. Blue Plate Special – The Hornet
8. Hypnotic Brass Ensemble – Alyo
9. Big Bad Voodoo Daddy – Maddest Kind Of Love
10. Squirrel Nut Zippers – Good Enough For Granddad
11. Bixiga 70 – Mancaleone
12. The Seatbelts – Sax Quartet
13. Swingerhead – She Could Be A Spy
14. Ingrid Lucia & The Flying Neutrinos – Violent Love
15. Mad Man Jones – Snake Charmer
16. Charles Aznavour and Dean Martin – Everybody Loves Somebody
17. Francis Lai – Un Homme Et Une Femme
18. Jive Aces – Ac-cent-tchuate The Positive
19. Bahia Black – The Seven Powers
20. Frank Sinatra and Tom Jobim – Fly Me To The Moon
21. Bellevue Cadillac – Prozac
22. Cayetano – Left My Girl For A Bizarre Sextet
23. Louis Armstrong – Jeepers Creepers
24. Bobby McFerrin – I’m Alone
25. Denison-Kimball Trio – Solitaire
26. Rafiq Bhatia – Sunshower
27. Eddie Calvert – Zambezi
28. Tommy Dorsey – Hawaiian War Chant
29. Tony Williams – Blackbird
30. Sambanzo – Xangô da Capadócia

Outra homenagem, agora ao grande Guido Barella, que embora recém saído dos bastidores, sempre foi uma presença muito importante para o Na Lupa. Em suas seleções musiciais, ele escolheum gênero de muita elegância, o jazz. Minha relação com o jazz é outra vertente: embora tenha ouvidos clássicos desde pequeno, foi o Swing Jazz que me seduziu, com seu ritmo dançante. Portanto, nessa seleção, proliferam as bandas de swing jazz mais do que os os músicos imortais que eu deixo para a curadoria classuda do Guido (embora não me furte algumas inclusões). Além exploro algumas vertentes que quase já não são mais jazz, adiciono uma pitada das trilhas de desenhos japoneses que vem se esgueirando nos últimos tempos para minhas seleções. Guido, essa seleção é inspirada por você, espero que você curta essas sonoridades estranhas.

1 comentário

  • Guido 30/04/2013 - 10:39 am Responder

    Sem palavras Julio! Fico muito honrado de receber uma homenagem sua !

  • Deixe uma resposta