Crocitares Eletrônicos #9 – Diário de um Banana

0 Postado por - 25/04/2012 - Audio, Crocitares Eletrônicos, obailetodo, Podcasts

[hard life in kyoto de Elvin (zilverbat.). Compartilhada sob a licença Creative Commons.]

 

– Oh, ele é bem popular, Ed. Atletas, metaleiros, CDFs, galinhas, valentões, beberrões, idiotas e imbecis… todos o adoram. Acham que ele é o cara.

Curtindo a Vida Adoidado

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


download

1. Snake River Conspiracy – How Soon Is Now?
2. Wheatus – Teenage Dirtbag
3. Tom Petty & the Heartbreakers – Even the Losers
4. Jude – The Not So Pretty Princess
5. Beck – Loser
6. Radiohead – Creep
7. Romulo Fróes – Voz Mais Triste
8. Belle and Sebastian – The Boy Done Wrong Again
9. The Simpsons – Born Under A Bad Sign
10. The Smiths – How Soon Is Now?

O Crocitares está chegando a sua nona edição e eu decidi falar um pouco mais do que costume.

Quando o grande Lucas Delaqua me convidou para compartilhar algumas idéias eu fiquei muito lisonjeado.

Lucas é sujeito de responsa e o exemplo que ele estabelece é coisa dura de se seguir. Isso e a falta de tempo fazem com que até hoje eu não tenha dado seguimento para os meus textos para cá.

O Crocitares Eletrônicos, que foi seu segundo convite, também foi algo intimidante de se começar: houve várias idéias antes de eu me estabelecer nessa de podcasts temáticos, sem estilo musical definido.

O formato é bem minha cara: eu ouço de tudo e muitas vezes de maneira aparentemente desconjuntada, mas na verdade é um estilo meio cheio de regras. A idéia também não é a de dar um seguimento crescente para as músicas e sim de construir uma sensação mais semelhante a de uma montanha-russa, com altos e baixos musicais.

Os temas que eu penso em geral são meio aleatórios e boa parte da graça é tentar montá-lo e pesquisar e conhecer novos artistas por causa disso. Foi assim que eu me tornei um verdadeiro connaisseur de músicas de telefone, um tema sobre o qual eu nunca havia pensado antes.

O de hoje é mais pessoal. São músicas sobre a experiência de ser um perdedor na vida. Eu sempre me identifiquei intelectualmente (e algumas vezes pessoalmente) com os perdedores e os perdidos, os desengonçados, os tímidos, os estranhos que ficam de fora.

Como invólucro para essa seleção eu terminei e comecei com How Soon is Now, uma música muito querida dos Smiths (que entre as músicas dos Smiths para minha preferida e sofrida Last Night I Dreamt That Somebody Loved Me). Eu começo com a mais curta e pesada versão do Snake River Conspiracy, uma banda com muito potencial que infelizmente só lançou um disco e alguns eps perdidos no tempo.

Teenage Dirtbag do Wheatus é bem sobre as percepções distorcidas que formamos nos tempos de escola, e sempre me traz um sorriso por ter um desfecho feliz. Ela compartilha essa mensagem otimista com a seguinte, Even the Losers, música excelente para se ouvir quando se acha que tudo vai dar errado e não se quer se demorar nesse sentimento.

The Not So Pretty Princess também retrata o ambiente escolar, e o uso de humor para enfrentar a crueldade daqueles ao seu redor e o próprio sentimento de inadequação. Jude é um desses artistas que eu conheci pelos motivos mais aleatórios: uma música dele foi utilizada no seriado Dawson’s Creek, do qual eu já fui um espectador assíduo (existia uma página oficial do seriado dedicado a música tocada em cada episódio, e ele foi minha primeira exposição a artistas alternativos ou pouco conhecidos na época… infelizmente devido aos custos de licenciamento, quase nenhuma dessas aparece nos DVDs da série, e o site saiu do ar anos atrás). Eu sempre gostei da simplicidade despreocupada da música de Jude e gostaria que ele fizesse mais sucesso.

Beck provavelmente criou em Loser, o hino definitivo daqueles que fracassam na vida e não podia faltar a essa seleção. Mas o verdadeiro estranhamento do mundo é condensado na já clássica Creep do Radiohead.

Fazendo a única incursão na música brasileira dessa semana, temos Voz Mais Triste do Romulo Fróes, artista com que não me conformo o fato de não fazer mais sucesso. Em geral seu som é exigente, com suas variações inesperadas, sua mistura de clássico samba com distorção, suas letras para pensar, sua depressão. Mas o Brasil precisava de ouvir o mesmo disco do Caetano e do Chico (porque embora seja até que bom, eles estão lançando o mesmo disco há pelo menos uma década se não mais) e se expor a sons novos. Meu exemplo aqui do som do Romulo é de fácil digestão, mas eu recomendo muito.

Em seguida, uma música de Belle and Sebastian, banda que, assim como o Smiths, eu poderia ter feito toda uma seleção de músicas sobre sentir-se inadequado. De certa forma, me espantou que essa e Jude foram as únicas bandas “indies” da seleção, pois o gênero é um dos meus favoritos e retrata bastante uma insegurança diante do mundo, e suas músicas são repletas de patinhos feios. The Boy Done Wrong Again é um exemplo especialmente lírico entre as várias possibilidades que a banda apresentava.

Homer Simpson canta um clássico do Blues, com versões gravadas por praticamente qualquer artista do gênero que se preze, Born Under a Bad Sign. Alguém lembra de quando os Simpsons eram todos focados na rebeldia juvenil do Bart, em vez das aventuras do pai? A platéia dos Simpsons de fato envelheceu com o programa e o desenho mudou de acordo, não é mesmo? Escolhi a versão com o Homer porque ele é esse avatar de se ficar velho mas ainda assim não virar esse grande fazedor de coisas que a sociedade espera de nós.

E com isso está exorcisado o tema. Não sei se volto a ele. Faltou alguma música bastante representante do tema? Alguma que vocês trocariam por uma das minhas? Comentem aí.

Na próxima edição, outro tema menos aleatório do que de costume e o dobro de músicas para comemorar minha entrada nos dois dígitos.

 

3 + comentários

  • Lucas Martini 25/04/2012 - 12:26 pm Responder

    Muito bom! Me identifiquei com o tema e com a seleção! Poderia adicionar “Pinhead” do Ramones! hehehe “Gabba Gabba We accept you one of us!”

  • Julio Monteiro de Oliveira 26/04/2012 - 11:36 pm Responder

    Ramones! Realmente até combinava com o mood alegrinho (apesar do tema) das músicas essa semana. Grande abraço.

  • Lola 27/04/2012 - 11:10 pm Responder

    Tenho que admitir que curti muito apesar do tema não fazer sentido pra mim.
    Nunca me senti loser assim nem tive esses problemas escolares mas com certeza agora que encontrei descobri que tinha algo perdido em mim…

    A próxima pode ser I´m a winner? hahha

  • Deixe uma resposta