Espreita no Deserto #9 – Nova MPB #2

0 Postado por - 03/05/2013 - Música, obailetodo, Video

[No Music, de عبدالمجيد المطيويع. Compartilhado sob a licença Creative Commons.]

Mais uma semana está terminando e eu deixo vocês com outras bandas da Nova MPB que vocês tem que conhecer.

5. Cidadão Instigado – O Tempo

Confesso que embora seja considerado antenado, só fui conhecer o Cidadão Instigado num dos “Grêmio Recreativo MTV” do Arnaldo Antunes. Arnaldo Antunes que está aí há tantos anos e na minha opinião é um dos que mais fez para divulgar novos  talentos e relembrar talentos passados que caíram no ostracismo pela mudança das modas e os preconceitos (como o Odair José). E o Cidadão faz parte dessa turma seleta.

Eu acho essa música bastante sentida, e além disso ela também tem uma excelente versão pela Bárbara Eugênia que você pode conferir também:

4. Nina Becker – Toc Toc

Os tempos amorosos se foram mesmo se há nostalgia até pelo feijão queimado hein? Uma música super meiga de uma artista muito talentosa.

3. Lurdez da Luz – Ziriguidum

Rap feminino, referências geeks, metais e sensualidade: o que há não há para gostar para essa conjunção de elementos raros e preciosos?

2. Cícero – Açúcar ou adoçante?

Essa está no Top 10 “Músicas para se curtir uma fossa”. É muito sentida, triste, irônica com uma pitada de sarcasmo… representa de maneira magistral as dores que ficam depois que um casal se separa.

1. Miranda Kassin e André Frateschi – Dê

Ainda estou esperando o que vai surgir dessa excelente dupla: ambos atrações principais do recém-finado Studio SP, desenvolveram um reputação como excelentes intérpretes, Miranda com seu I Love Amy e André com a Banda Heroes. O Hits do Underground é um disco que resgata várias pérolas poucos exploradas da música brasileira. Além disso, Miranda lançou recentemente seu primeiro trabalho autoral, Aurora, mas fico no aguardo por um trabalho autoral desse casal tão competente. Enquanto isso, deixar vocês nessa sexta com versões de Cérebro Eletrônico (e com participação de Tatá Aeroplano, não menos), não tem como errar.

عبدالمجيد المطيويع

Sem comentários

Deixe uma resposta