TOP 10 – Músicas por Rafael Bazzanella

3 Postado por - 22/11/2013 - Música, obailetodo, Video

Rafael Bazzanella é músico, guitarrista formado pelo colégio EM&T com especialização em Fusion e atualmente cursa MPB/Jazz no Conservatório de Tatuí “Dr. Carlos de Campos”. Tem dois discos gravados com a banda Blüe Barrel, acompanhou André De Marco em seu trabalho solo, trabalhou recentemente com Rosana Bittencourt entre outros artistas. Dá aulas de música desde 2009, já lecionou para alunos de nível iniciante até avançado, de idades que vão dos 7 aos 60 anos.

 

TOP 10

“Top 10 é algo difícil de elaborar, mas esse sem dúvida mostra bem o que eu tenho escutado ultimamente. Não dá para comparar as músicas, mas essa lista mostra muito das minhas influências.”

10 – “You Know What I Mean” Jeff Beck

Pra começar, vamos de funk. Essa faixa é influência obrigatória para os guitarristas e o som é sensacional. Groove!

 

9 – “Stinkfoot” Frank Zappa

Separei uma faixa do álbum Apostrophe, de 1974. Além de guitarrista, Frank Zappa foi um grande compositor e excelente bandleader.

 

8 – “Angeline” Jamiroquai

Essa é uma das melhores músicas do Jamiroquai. Tem tudo que há de bom entre Kool & The Gang e Tower of Power. A banda ultimamente tem mostrado uma veia pop, no melhor sentido da coisa.

 

7 – “From Now On” Supertramp

Essa é uma das clássicas do Supertramp, banda de rock progressivo que estou sempre ouvindo.

 

6 – “Portrait of Tracy” Jaco Pastorius

Esse é um som de baixo solo. Sem dúvidas, é uma das coisas mais lindas que eu já ouvi!

 

5 – “Hard Times” Kiss

Eu comecei a ouvir essa música de maneira mais colecionista, queria ouvir tudo e entender como as coisas aconteciam, aos oito anos de idade, com o Kiss. Esse som é meio lado B e faz parte do álbum Dynasty, que deve ser ouvido no volume máximo, num final de semana.

 

4 – “A menina dança” Novos Baianos

Agora uma Brazuca… Essa é uma música sensacional. A voz de Baby é incansável, os arranjos são insanos.  Os adjetivos valem tanto para essa música, quanto para as outras do álbum “Acabou Chorare”.

 

3 – “Bleed” Meshuggah

Mudando da água pro vinho, essa é do álbum Obzen, que é impecável. A banda teve recentemente aqui no Brasil e eu infelizmente não pude ver.

 

2“Night Train” Jimmy Smith

Essa versão é do disco Dynamic Duo, com Jimmy Smith & Wes Montgomery quebrando tudo!

 

1 –  “Canned Funk” Joe Farrell

A faixa ” Canned Funk” da nome a esse álbum de Joe Farrell. Eu já devo ter ouvido umas 10.000 vezes e não me canso. Pegada de jazz funk bem pesada, cheia de solos e sem perder o groove. Na veia!

Sem comentários

Deixe uma resposta