Undertopia #40 – 19 de maio de 2014 (ESPECIAL MIXADO – HOUSE)

2 Postado por - 29/05/2014 - Audio, obailetodo, Podcasts

 [Happy House, Siouxsie and the Banshees.]

 

Undertopia é um programa de música alternativa, destinado a quem gosta de som com um pouco de papo furado e sem preconceito. Os estilos musicais incluem: gótico, punk, ethereal, new age, darkwave, technopop, electro, EBM, neoclássico, enfim, todo que possa ser bom e possa ser classificado como alternativo.

Semanalmente, às 2as feiras, um programa inédito vai ao ar pela rádio Enter The Shadows, com reprise aos sábados às 12:30hs.

O Na Lupa amplia o foco e prolonga a vida do programa, hospedando os arquivos para quem não teve a chance de ouvir, ou para quem quer ouvir de novo.

Para mais informações, curtam a página do Undertopia no Facebook ou mandem e-mail para programaundertopia@gmail.com.

 

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

download

 

Undertopia 40

Salvo as de algumas espécies aéreas, raízes são as partes ocultas que alimentam e definem o que somos. Caso a House Music fosse me definir, pela evolução natural dos ritmos, eu provavelmente teria me especializado em música eletrônica no sentido mais essencial e não em música alternativa. Acontece que às vezes não nos definimos pelo estilo musical puro e simples, o contexto, assim como o substrato, mais que a genética, define a planta que vamos ser. No meu caso, o substrato era o fato de eu ser um tímido crônico e um outsider por excelência, o que não me encaixava na média do pessoal que era bem quisto ou visto entre os adolescentes da minha época. Isso aliado ao fato de eu ser gordo e, sob aquele olhar: “infantil” me tornava um coadjuvante invisível. O fato de eu ter uma boa genética sempre me poupou de valentões, além do que eu era “na minha”. Com tudo correndo contra ou pouco a favor, meu gosto por house jamais foi o gosto aliado à vantagem social que isso poderia me trazer, por outro lado, meu comportamento neutro e aparentemente inofensivo com relação ao sexo oposto num microverso extremamente competitivo, garantia que eu quase sempre fosse pelo menos convidado para as festas do pessoal da classe; além das festas de 15 anos, os famosos bailinhos. Nesses últimos depois de um tempo, foi quando comecei a levar meus LPs e colocar para o pessoal dançar (lógico que uma música por vez, sem mixagem, sem nada), então, descobri como me divertir, além de ficar só observando o pessoal, tomando guaraná e comendo misto frio no pão de forma.

1. Whigfield – When I Think of You/Another Day/Saturday Night/Sexy Eyes

2. Snap! – Rhythm Is A Dancer

3. Black Box – Strike it up

4. Culture Beat – Mr. Vain

5. Kon Kan – Harry Houdini

6. EMF – Unbelievable

7.  Linear – Sending All My Love

8. When In Rome – The Promise

9. Situation – Yazoo

10. Noel – Like A Child

11. Information Society – What’s on your Mind

12. MC Hammer – U Can’t Touch This

13. Haddaway – What Is Love (Baby Don’t Hurt Me)

14. Dead Or Alive – Come Home (With Me Baby)

15. Corona – Rhythm Of The Night

Sem comentários

Deixe uma resposta